sábado, 1 de setembro de 2012

Município que Educa 2012 - II Encontro Temático - Jacareí (SP)

          Nosso projeto Blog da Geralda foi uma das 40 experiências educacionais selecionadas para o II Encontro Temático do Programa Município que Educa 2012, das 141 inscritas. O tema foi Educação Integral e nosso projeto contempla os seguintes indicadores:

- Conectividade
- Interculturalidade
- Interdisciplinaridade e transdisciplinaridade
- Sustentabilidade

          Estivemos lá em 31/08/12 para tratarmos do relato das experiências que ocorrerá em 13/09/12. Me impressionou a acolhida e organização do evento, além de alguns aspectos da cidade que quero destacar aqui:

- Limpeza das ruas
- Prédios históricos convervados
- A Secretaria da Educação funciona em um antiga fábrica de meias e conserva as características da construção original, num belo exemplo de cuidado com a História e Memória.
- Naquele pedaço da cidade que visitamos, ruas estreitas, de paralelepípedos, proporcionando um passeio pelo Passado.
- A História do município também é muito interessante


            Jacareí é um município da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, no estado de São Paulo, no Brasil. Localizando-se a leste da capital do estado, distando desta cerca de 82 quilômetros.
História
            Os documentos históricos de Jacareí registram o início de um povoamento em 1652, com o nome de Nossa Senhora da Conceição da Paraíba, pela iniciativa de Antônio Afonso e seus três filhos. Em 22 de novembro de 1653, o local foi elevado a vila pelo donatário da Capitania de Itanhaém, dom Diogo de Faro e Sousa, desmembrado da antiga vila de Mogi das Cruzes. Tornou-se cidade em 3 de abril de 1849. Antigo caminho para as Minas Gerais, usando o Rio Paraíba do Sul, Jacareí passou de humilde pousada colonial de tropeiros, ao longo dos anos, para cidade progressista, a partir de 1790.
            Segundo pesquisas, o núcleo inicial da cidade está nas redondezas da Capela do Avareí (1728) e, depois, nas redondezas do Largo da Matriz (século XIX), que foi urbanizado na década de 1930. O Largo da Matriz continua, ainda hoje, como palco das festas em homenagem à padroeira da cidade, Nossa Senhora da Imaculada Conceição, que são realizadas há mais de cem anos. O dia da padroeira é 8 de dezembro, feriado municipal. Em 1920, a igreja passou por uma reforma, na qual foram imprimidos os seus traços atuais.
            Outro monumento histórico da cidade é a Santa Casa de Misericórdia, com suas instalações oficializadas em 1850. A edificação foi construída graças aos donativos arrecadados e pelo trabalho gratuito dos negros escravos, cedidos pelos senhores abastados. Em 1854, terminada a primeira parte da construção e feitas as instalações preliminares, a Santa Casa começou a funcionar. O Brasão, a Bandeira e o Hino Oficial da cidade foram instituídos por lei municipal em 1952, 1968 e 1969, respectivamente.
Etimologia
            O termo "Jacareí" é proveniente da língua tupi e significa "água de jacaré", através da junção dos termos îakaré ("jacaré") e 'y ("água").
Athenas Paulista
            Jacareí recebeu tal denominação pelo seu destaque no campo da educação e da cultura, em lembrança à velha cidade grega que é o berço da cultura e do saber. É digno de nota saber que outra cidade do interior paulista, São Carlos, também recebe tal denominação por seu grande número de instituições educacionais.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jacare%C3%AD. Acessado em 01.09.12

Vejam as imagens e tirem as próprias conclusões:















Fica a pergunta: Por quê Marília não consegue fazer o mesmo pelo nosso patrimônio histórico?

Professor Adilson Dantas

Um comentário:

  1. Lilian Castilho Fonseca2 de setembro de 2012 19:41

    Faço coro na mesma questão, pois Marília é uma cidade com particularidades que os próprios moradores desconhecem.
    Parabéns pelo trabalho prof. Adilson!

    ResponderExcluir